Espaço de Experiência e Conhecimento com o maior circuito de aquários de água doce do mundo .

Bioparque na mídia


CASA VOGUE BRASIL

28 de março de 2022

Bioparque Pantanal é inaugurado em MS

O Bioparque Pantanal, conhecido como Aquário do Pantanal, foi inaugurado nesta segunda-feira (28), em Campo Grande (MS). Durante a abertura, Rodrigo Ohtake, arquiteto e filho de Ruy, esteve presente e contou em entrevista à Casa Vogue sobre a emoção de ver a obra pronta. “O Ruy sempre dizia que arquitetura é obra construída e vivida pelas pessoas. Esse foi um projeto que ele se empenhou muito e hoje ver ocupado foi emocionante”, relatou.

REVISTA ISTO É

01 de abril de 2022

O Pantanal renasce

Foi inaugurado na segunda-feira 28 o Bioparque Pantanal na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Trata-se de um complexo de dezenove mil metros quadrados que ostenta o maior aquário de água doce em todo o mundo. A ideia que norteou a construção do Bioparque foi a de colocar parte do ecossistema da região de forma acessível às pessoas. O Mato Grosso do Sul é um dos estados mais privilegiados do País quando se fala de riqueza ambiental.

JORNAL NACIONNAL

25 de abril de 2022

Bioparque do Pantanal

Com a expectativa de unir cultura, turismo e conhecimento, o maior complexo de água doce do mundo, o Bioparque Pantanal, foi entregue à população de Mato Grosso do Sul. O parque das Nações Indígenas passa a abrigar o maior aquário de água doce do mundo, com quase 5 milhões de litros de água. 


preguiça gigante

Museu

O museu da biodiversidade apresenta uma exposição itinerante com fósseis da serra do Araripe como peixes, plantas e insetos, além de fragmentos de animais coletados por pescadores. Nesse espaço, o visitante também pode contemplar a exposição de réplicas da megafauna, que existiu no Brasil em uma época que havia muito oxigênio na atmosfera, o que possibilitava animais com tamanhos maiores. Duas peças chamam a atenção: um casco de um ancestral de tatu, o Gliptodonte e um fóssil de preguiça gigante, que chegava a mais de 3 metros de comprimento. Vestígios do fêmur e das costelas de uma preguiça gigante já foram encontrados na serra da Bodoquena.

As peças expostas são da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em Santa Catarina.

Pesquisa

O Núcleo de Educação Ambiental do Bioparque Pantanal (NEAB) visa promover a Educação Ambiental, por meio do ensino formal e não-formal aos estudantes da Educação Básica, e articular ações pedagógicas entre as redes de ensino e o Bioparque Pantanal, no que tange ao acesso e uso dos seus espaços, dentre eles, o Laboratório de Pesquisa do Núcleo de Educação Ambiental do Bioparque Pantanal (Lab-NEAB).

O Lab-NEAB é um espaço educacional suplementar voltado a projetos científicos, que possibilita a realização de atividades experimentais extraclasse, incentivo à criatividade, responsabilidade e senso crítico, a partir da investigação e divulgação científica, compreensão de fenômenos do cotidiano e experimentos clássicos das Ciências da Natureza.